terça-feira, fevereiro 26

A água da torneira tem qualidade?

Dois terços dos portugueses consome água engarrafada, o que leva a crer que os consumidores não acreditam na qualidade da água da rede pública. Uma das medidas em curso é tornar obrigatória a inclusão das análises à qualidade da água na factura e a sua publicação na internet, ao contrário do que é feito até ao momento – as análises à qualidade da água são publicadas em editais ou na imprensa regional.
O que se pede é uma maior transparência na informação que chega ao consumidor sobre um bem essencial tão necessário à vida humana. Todos os esclarecimentos sobre a qualidade da água neste SC.

23 comentários:

Ana Botas disse...

Bom dia.
Vivo na Marinha Grande e sempre ouvi dizer que a água desta zona era das melhores do país. Como tal, sempre bebi água da torneira, assim como a maior parte da população marinhense.
Há cerca de 2 anos mudei de casa, mas continuei nesta cidade. Mudei toda a canalização, mas a água continuava a saber a ferro e a ter aquela cor amarelada, então passei a beber água engarrafada. Até que há pouco tempo saiu no Jornal Semanário desta cidade que a água do Engenho (zona onde vivo, a apenas 2km da minha antiga residência) continha AMIANTO e por isso estava imprópria! Fiquei estupefacta! De facto, não sei como as coisas ficaram, o que é certo é que continuo a não beber água da rede. Um dia a água da Marinha Grande foi mesmo muito boa...

Ana Botas

Ana Botas disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
silvia disse...

Boa tarde.Sei que hoje o tema é a àgua,é sem duvida um tema muito importante, que também me preocupa e do qual entendo um pouco.Mas este meu comentário ainda se remete ao tema de ontem,venho por este meio pedir que leiam os comentários após o programa ter terminado,no sentido de esclarecer as fontes a que me referi.Não é só a revista Visão que faz alusão ao lado negro dos transplantes em Portugal.Perdoem os que se sentem lesados por colocar em causa o profissionalismo de muitos médicos, mas a defesa dos doentes muitas vezes requer "pôr o dedo na ferida"Bom trabalho,com ou sem insentivos!Haja humanidade!Já não peço altruísmo,apenas humanização dos serviços e hospitais!E se possível olhem as condições de algumas pediatrias de Portugal ,digam qualquer coisa!Não haverá dinheiro para oferecer melhores condições às nossas crianças?E lá trabalham muitos médicos,e alguns tão humanos que até custa vê-los sofrer connosco.Porque ainda existe quem trabalhe sem "Incentivos" em Portugal,bem Hajam!Não são altruístas,mas certas médicas são tão competentes e humanas que o seu "Incentivo" é AJUDAR o DOENTE!PARABÉNS!

lady_blogger disse...

Sempre usei águinha "del cano" para todos os fins. Só bebemos água engarrafada em Cuba, e em Portugal só no Algarve porque é onde sinto um paladar diferente do comum e desagradável.
O facto de passarem a evidenciar os resultados das análises laboratoriais da água nas facturas vem dar ao consumidor uma maior confiança na empresa que o serve e na qualidade das águas da rede pública.

Quando não confiar na qualidade da água da torneira mas não tiver alternativa, procure filtrá-la ou pelo menos fervê-la.

CC

Maria Mendes

silvia disse...

O problema é que muitas pessoas deixam de beber e utilizar a água da rede pública porque receiam a sua qualidade e passam a utilizar poços,furos e outras captações domesticas que a qualidade é muitas vezes pior e não é controlada por ninguém.E quando pretendem utilizar essa água ao analisarem em empresas privadas, os custos não são comparticipados pelo estado e são valores muito altos para a grande maioria dos portugueses.

silvia disse...

Quanto aos filtros depende,nem sempre resulta.Cuidado!Quanto ao ferver,existem muitas bactérias que são resistentes à fervura.Mas sempre ajuda.
O melhor mesmo é obter àgua de qualidade o que não é nada fácil tendo em conta tanta poluição e outros factores.
Para contrair uma infecção grave não é necessário beber,basta tomar banho,lavar o rosto,lavar saladas com àgua imprópria,não é?E é complicado ferver não?!

jon disse...

Em geral, com raras excepções, a água da torneira é de má qualidade e em bastantes casos mesmo perigosa.

O que se passa é que a água da torneira é proveniente de águas POLUIDAS (como é o caso do rio tejo para Lisboa), depois tem de passar por um tratamento químico, o que retira a maior parte das impurezas da água poluida (mas não tudo) mas coloca outras impurezas, estas de origem quimica, como é o caso do cloro e outros usados para "limpar" a água.

Por fim, depois do tratamento a água é enviada pelos canos para a casa do consumidor, ora aqui reside um grave problema, pois regra geral todos os canos ou pelo menos parte deles, são feitos de materiais altamente tóxicos como é o caso do chumbo, alumínio, do PVC (um componente do plástico que é conhecido por ser cancerigeno) ou mesmo do ferro e cobre, isto sem contar com algumas roturas nos canos e impurezas dos solos e outros, que se conseguem infiltrar nas águas, e que a pessoa acaba por consumir.

Nos casos dos EUA existe ainda outra questão bastante grave, que é o caso de adicionarem fluor à água. Como se sabe o fluor quando ingerido é um autentico veneno a longo prazo.


Ora tudo isto em conjunto, vai fazer com que a água canalizada seja em geral, de má qualidade.

Beber água engarrafada pode ser melhor para a saúde mas tem um problema ambiental.

A única "solução" menos má que se vê, é deixar de poluior os rios e substituir todos os canos que existem, por outros materiais novos e que usem metais como o inox ou outros, que sejam inócuos para a saúde.... só que isto custaria dezenas de milhões.

nXc disse...

Existem preocupações recentes nos EUA acerca dos niveis do fluor na agua da torneira e o que antes de pensava que até seria bom para evitar cáries, agora é fonte de medo da sua toxicidade. Fui analisar os niveis de fluor da agua municipalizada do porto e descobri que se bebermos mais de um litro de água da torneira entramos nos niveis que os especialistas consideram toxicos. Este nivel de um litro é fáci de atingir mas mesmo não atingindo juntando o fluor contido noutas bebidas e produtos de higiene normalmente usados, significa que estamos a ter uma dieta tóxica!
Gostava de perguntar ao seu convidado da EPAL se pode dizer qual o nivel de fluor por litro na água da torneira de Lisboa!
Obrigado

Filipe Rocha

Muffi disse...

Moro no Algarve e ,apesar das melhorias significativas nos últimos anos em termos de qualidade da água, continuo a beber água engarrafada.
Confio na qualidade da água para consumo à saída da estação de tratamento, não confio é no trajecto que a água cumpre até chegar a minha casa.
De cada vez que limpo ou substituo os filtros das torneiras encontro de tudo um pouco desde terra e fibras vegetais até pedaços de plástico.
Por isso, mesmo confiando no tratamento da água para consumo, vou continuar a beber água engarrafada porque não confio na rede de distibuição.

Muffi disse...

Moro no Algarve e ,apesar das melhorias significativas nos últimos anos em termos de qualidade da água, continuo a beber água engarrafada.
Confio na qualidade da água para consumo à saída da estação de tratamento, não confio é no trajecto que a água cumpre até chegar a minha casa.
De cada vez que limpo ou substituo os filtros das torneiras encontro de tudo um pouco desde terra e fibras vegetais até pedaços de plástico.
Por isso, mesmo confiando no tratamento da água para consumo, vou continuar a beber água engarrafada porque não confio na rede de distibuição.

Mafalda A.

António disse...

Quando a situação de carência económica é tal, que porvezes, não nos permite pagar dentro dos prazos estipulados as facturas dos nossos consumos, as despesas cobradas para o corte e reabertura da água, são de tal forma elevadas que se já era difícil pagar os consumos, como pagar as multas? (42€)
A água é vida. Sem água, como viver?

Orlando Pinheiro disse...

Só uma pergunta.

A água da torneira pode ser armazenada em garrafas, garrafões, depósitos, etc.

Qual o tempo maximo de 'validade' da qualidade dessa água?

Obrigado

estrela disse...

Blogger estrela disse...

Vivo num lugar chamado Moinho das Figueiras (Sampaio-Freg. Marinha das Ondas-Figueira da Foz)e o que tenho a dizer é o seguinte: abençoado Pingo Doce que me vende a água engarrafada, tão barata, abençoada a Fonte dos Caçadores, onde eu posso abastecer-me, porque se estivessemos à espera da água da torneira...já tínhamos morrido de sede.
No nosso lugar, onde existem vários moradores de todas as faixas etárias, pura e simplesmente, a autarquia nunca providenciou o abastecimento de água e saneamento!!!

14:50

Orlando Pinheiro disse...

SABIA QUE:

No comércio de água engarrafada, aos custos imputados ao produto final, a água em si, ou seja, a 'matéria-prima' custa zero.
Ao comprar uma garrafa de água está a pagar: a embalagem, o rótulo, o engarrafamento, a distribuição, o marketing e o lucro...

Filipa disse...

ola Fernanda!

Sabe bem a agua da serra da estrela.

Um abraco e bjs para toda equipa da rtp.

Qualidade ate ao fim :)

Celia disse...

Boa tarde.
Vários veterinarios de diferentes clinicas,na zona do Barreiro tem alertado para facto de esta ser uma zona onde estranhamente mais se encontra animais domésticoos,especialmente gatos,com problemas urinarios provocados pelo PH e excesso de calcario .
Suspeitam das águas.
Assim ,curiosamente,o meu gato bebe água engarrafada e eu...da torneira.

Celia disse...

Boa tarde.
Vários veterinarios de diferentes clinicas,na zona do Barreiro tem alertado para facto de esta ser uma zona onde estranhamente mais se encontra animais domésticoos,especialmente gatos,com problemas urinarios provocados pelo PH e excesso de calcario .
Suspeitam das águas.
Assim ,curiosamente,o meu gato bebe água engarrafada e eu...da torneira.

estrela disse...

Agradecia que a senhora convidada do programa fosse informada que a minha casa no 'Moinho das Figueiras' está a 300 metros da rede de água e saneamento. Assim não me parece que seja da distancia...mas de falta de vontade das autoridades locais.
Obrigada.

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui e deixem um comentario.

SAUDAÇÕES.

lady_blogger disse...

Olhe Silvia, eu sei que há bactérias que resistem por isso eu só apontei a fervura da água como mais uma e não como a melhor alternativa.
No caso de infecções cutâneas, convenhamos que esses casos são muito inferiores a infecções por ingestão de água, e claro que não faz grande sentido pensar em ferver-se essa água.
Cada qual escolhe a melhor opção que se adeque à sua realidade e necessidade, mas quando não se pode comprar filtros ou água engarrafada pelo menos ferva-se a água que se ingerir.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Se a água das nossas torneiras fosse realmente potável, poderíamos tornar a Terra mais ecológica, pois não haveria tanto lixo de garrafas de vidro ou de plástico.

CC

Maria Mendes

silvia disse...

O meu comentário à fervura foi no sentido de alertar porque existe muitas pessoas que julgam que a única forma de transmissão de doenças pela àgua é quando esta é ingerida.Trabalhei durante 10 anos em contacto com o público numa empresa de análises de àgua e o mais dificil era convencer os utentes que quando tinham àgua imprópria para consumo nos seus poços ou furos isso não significava únicamente que não a podiam beber mas muitos outros fins estavam comprometidos.E muitas vezes achavam absurdo não poder beber àgua após fervura.Claro que se não tivermos alternativa,e tudo depende do tipo de contaminantes,é sempre melhor ferver que usar em estado impróprio sem nada fazer.Tudo depende das alternativas,dos fins a que se destinam e dos próprios utentes ou consumidores.Falar de crianças,idosos,doentes, é certamente diferente de falar de adultos saudáveis.
Obrigado pelo seu comentário.
Continuo,e perante a minha experiência, a preferir àgua canalizada da rede pública em deterimento à àgua de furos,poços e outras captações domésticas.Quanto à àgua engarrafada comercializada apenas reconheço os seu elevado custo,não possuo matéria de critica porque nunca foi o meu objecto de estudo.Não sei se realmente oferece garantias de qualidade.Presumo que sim,mediante o que é exibido no rótulo e exigências da marca e consumo.

silvia disse...

Quanto às infecções cutaneas,alergias e afins teria muito gosto em conhecer estudos na matéria.Pelo que sei são bastante frequentes alergias,irritações e até infecções graves causadas por poluentes em especial bactérias na àgua.Falo em especial de àguas contaminadas com Pseudomonas aeruginosa,Clostridium perfringens, entre outros contaminantes que frequentemente causam graves problemas de saúde quando entram em contacto com a pele,olhos e outras formas de acesso ao nosso organismo.